quinta-feira, 12 de abril de 2012

Estaca de Buganvília

Como tinha referido num post anterior, em Janeiro aproveitei uma poda de buganvília para fazer uma estaca de grandes dimensões. Já me tinham dito que era possível fazer estacas bem grandes de buganvílias, e então quis experimentar. Estava era com algum receio da altura que tinha feito a estaca pois algum pessoal amigo (Viva, Fernando!) que já tinha conseguido retirar estacas destas com sucesso tinha-o feito mas para a frente do ano.

No entanto, tem-se aguentado e já tem diversos brotos ao longo do tronco. Quando rebentar, penso que vai vir com força e com a ajuda do nosso clima e o vigor natural das buganvílias, penso que não vai demorar muitos anos a ficar uma planta decente.

Aqui fica a reportagem.

Depois de ter ficado uns 3 dias num balde com líquido enraizante diluído em água foi altura de a passar para o vaso.

Como se pode ver, é uma estaca grandita! ;)


Tive de colocar uns parafusos na base para fixar bem ao vaso e não se mexer muito para não danificar as novas raízes.


Coloquei akadama de grão médio no vaso para ajudar ao desenvolvimento das novas raízes que nascerem.


Coloquei musgo esfagno a hidratar bem com o líquido enraizante diluído em água.


Fiz uma cama com o musgo, coloquei a estaca em cima, fixei os arames e coloquei mais musgo à volta. O musgo vai ajudar a manter a humidade junto ao tronco para que as raízes comecem a nascer. Depois a akadama média vai ajudar ao seu desenvolvimento no vaso e potenciar o seu crescimento.


Depois foi só colocar o resto da akadama, levou com um saco em cima e estufa com ela.







E aqui estão os novos brotos, cerca de 2 meses e meio depois.


5 comentários:

Rodrigo Sousa disse...

Viva Nuno pus uma ligação a esta reportagem num "post" que fiz de estacas grossas.Nas bongas resulta em pleno e é das maneiras mais faceis de conseguir material já com maturidade rapidamente.
Nuno cuidado no Inverno com as estacas desta espécie nos primeiros anos.À uns anos fiz 4 ou 5 da base de uma árvore velhicima que arrancaram e puseram no contentor do lixo, que enraizaram sem qualquer dificuldade e no segundo Inverno num ano que nevou no Algarve,tinha-as no exterior completamente desprotegidas e simplesmente matou-as.

Obrigado pela reportagem está magnifica e elucidativa.

Um abraço
Rodrigo

Nuno Encarnação disse...

Viva Rodrigo!

Sabes que a malta está em família por isso não precisas de te preocupar em usar o que quer que queiras aqui do blog.

Realmente, esta estaca foi a prova dessa boa capacidade de enraizamento das "bougies" e mostra que se pode optar por esta alternativa para obter bons exemplares destas plantas.

Em relação aos invernos, por acaso eu até tenho sorte com a minha localização pois ainda não tive temperaturas negativas e mesmo neste inverno com aquele período crítico, apenas uma murta se ressentiu. De qualquer das maneiras, estava a pensar em protegê-la juntamente com os ficus e outras plantas mais sensíveis às geadas durante o inverno.

Abraço!

Ademir Moraes disse...

Nuno,tudo bom esta sua estaca como ela esta teria fotos de hj como esta outra coisa com estas dicas eu consigo fazer ja deixo claro q não tenho nenhum Bonsai...posso fazer em qualquer especie teria mais dicas obrigado e um abraço pra ti.
Ademir

Nuno Encarnação disse...

Olá Ademir.
Esta estaca já não está comigo. Acabei por fazer uma troca com uma amiga bonsaísta e ela ficou com a estaca desde Abril. Logo lhe peço algumas imagens de como ela se tem desenvolvido daqui a algum tempo. A reprodução por estaquia é uma boa forma de arranjar material para bonsai. Dependendo da espécie, podem-se retirar algumas estacas já com algum calibre ou com formas interessantes para criar bases para futuros bonsai. É só uma questão de se experimentar.

José Maria Santos disse...

Boa tarde
ofereceram-me um buganvillia de que retirei duas estacas com cerca de 1,5cm de diâmetro e mais algumas (três) mais pequenas (cerca de 1cm de diâmetro). Coloquei-as em vaso com mistura de areia e terra de jardim (daquela que se vende em sacos) e sobre as duas maiores (cada uma em seu vaso que por acaso são garrafas de coca cola cortadas a meio e furadas no fundo) coloquei um saco de plástico transparente. Puz na varanda que está virada a poente mas à sombra. Este procedimento está correcto?
Obrigado pela atenção
José Maria santos