segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Loureiro [Laurus Nobilis]

Este loureiro tem vindo a ser trabalhado no curso de bonsai com o Rui Ferreira, em Tavira.O loureiro não é uma espécie muito vista em bonsai e há muita gente que não o considera como uma espécie adequada. Eu próprio tive muitas dúvidas e apenas após ter chateado o Rui com alguns e-mail´s, é que me convenci a comprá-la para trabalhar como primeira árvore do curso. É uma árvore que me atraiu pelo nebari e tachiagari que são massiços e muito poderosos.

A primeira imagem foi tirada ainda no viveiro, no início de Maio de 2009, e mostra bem o tamanho da planta. Era da minha altura, pelo menos (1,85m), e escusado será dizer que teve de levar um daqueles cortes valentes que pôs o empregado a olhar para mim com aqueles olhos de quem duvida da minha sanidade mental (tive de sair de lá antes que chamasse o 112). Mas ao menos coube no carro.






A segunda imagem é de um mês depois, em Junho de 2009, após a primeira intervenção. Já apresenta uma estrutura definida, embora ainda mantivesse vários ramos que não chegarão a ser usados e ainda houvesse rebentação nova que iria compor melhor a árvore.





A terceira imagem é de hoje e vê-se bem como tem evoluído. É uma planta que reage muito bem às podas e rebenta por todo o lado com bastante força. Está muito vigorosa e já tive de tirar alguns arames que foram colocados no início de Agosto porque já se encontravam a marcar. O ápice ainda vai ter de engrossar bem antes de se cortar aquele toco no topo. Na próxima época de transplantes, vai ser passada para um vaso de treino e logo veremos como reage ao corte de raízes.



6 comentários:

João Pires disse...

Olá Nuno,

Este loureiro eu já vi ao vivo. A foto não lhe faz justiça!
Era para comentar contigo na próxima oportunidade... achei a base brutal! Claro que nesta espécie só seria possivel chegar a um bom resultado trabalhando com dimensões "Mega" (pelo tamanho da folha e pela grossura dos ramos). Neste caso, estamos a falar duma base com quanto de largura...? 12, 15 cm?
Não tenho muitas dúvidas que vai sair daí um exemplar que vai dar que falar. Pela raridade, mas principalmente pela qualidade.

Abr.

Nuno Encarnação disse...

Se não estou em erro, o diâmetro é de aproximadamente 15 cm.
O trabalho com esta espécie é uma experiência em primeiro lugar, mas quando a base de trabalho ajuda o resto do trabalho está mais facilitado.
Agora é esperar pelo transplante para ver o que está debaixo dali. Penso que ainda há mais para revelar, mas em Março logo vemos.

Um abraço

Kensho Bonsai Studio disse...

Que grande base de trabalho !!!


Se bem me lembro é o único exemplar desta espécie com tão boas características. Parabéns !


Continuação de um bom trabalho.

Cmpts,

Nuno Encarnação disse...

Obrigado pelo comentário, Márcio.
A base é boa e a planta responde bem. Mas é uma espécie nova para mim, pelo que ainda tenho que aprender bem o modo como reage ao processo de transformação em bonsai.
Espero que com a ajuda do Rui Ferreira consiga criar uma árvore bonita desta planta.
Abraço!

Raí disse...

Olá amigo, em primeiro lugar parece-me que irá ficar um bom bonsai...agora deixava aqui uma pergunta se me permitisses, será que a espécie Loureiro dará para pegar de estaca?

Cumprs

Nuno Encarnação disse...

Viva, Raí!
Desculpa só ter respondido agora, mas não tive acesso à net no fim-de-semana.
Em relação à propagação por estaca, da pesquisa que eu fiz pela net, em princípio é possível. É uma questão de experimentar.